Lucky Star


Lucky Star é um anime inspirado num mangá de comedia de 4 quadros, que era publicada pela Shonen Ace. O anime foi transmitido em 2007 e teve uma grande influencia sobre os otakus atuais.

A estória é sobre quatro amigas que estudam no ensino médio. Isumi Konata, que é uma otaku e é a personagem principal. Depois vem as irmãs gêmeas Hiiragi Kagami e Hiiragi Tsukasa, que são filhas de uma família que cuida de um templo xintoísta. E a última é Takara Miyuki. O anime passa contando o cotidiano das 4 meninas, qu começam a conversar sobre qualquer assunto, o que deixa a obra mais natural.

As piadas são normalmente de situações exageradas, referencias a algum anime e a Konata tirando sarro da Kagami. Eu acredito que esse anime não tem um objetivo muito direto, você se diverte apenas as vendo fazer as coisas do cotidiano. Talvez esse é um dos motivos por a série não perder a graça quando visto mais de uma vez.

As referencias são normalmente de animes de influencia no mundo otaku, focados mais nos animes da Kyoto Animation (que é a empresa que fez o anime) e a Shonen Ace. As referênciasmais comuns sobre Full Metal Panic, Geroro Gunsou, e Suzumiya Haruhi. As situações exageradas são normalmente reações que as personagens têm em determinadas situações, utilização de temas otakus, e no que diz sobre caracterização das personagens, como quando classificam a Kagami de Tsundere.

No fim de cada episódio vemos a presença do Lucky Channel. Ele é divertido,  mas depois de um tempo comecei a ficar um pouco estressado com a Akira, ela parecia ser uma personagem kawaii, mas do nada se  estressa e briga com o Shiraishi, o que acaba me estressando também. Ela se tornou a única personagem que não gosto do Lucky Star. Falando das personagens, no Lucky Star temos uma grande variedade de personagens, o pai da Konata, que é um otaku viciado em ero-ge (jogos hentai), a Yutaka que é prima da Konata, a irmã da Konata, que é uma policial mas bem humorada ( e até comete pequenas infrações …), a professora viciado em MMO e muitos outros. Lucky Star deve ser o anime que mais tem coadjuvantes importantes e carismáticos. Seria muito bom se tivessemos mais temporadas para podermos divertir mais com essas coadjuvantes.

Os EDs aqui são diferentes, muitas pessoas não gosta de ver ED, pois querem ver logo o próximo episódio ou acham a música chata, mas no lucky star isso é diferente, já que os ED mudam em todos os episódio. Até o 12, é a “saga” do karaokê em que cada episódio elas cantam uma música, e dá pra interpretar como uma parte do anime e não só como um ED. Na internet é fácil achar as músicas em versão full cantados por ela. Do 13 ao 24 os EDs são com o Shiraishi cantando alguma música. Essa parte também é legal, não que ele cante bem como as seiyuus (dubladoras) da parte anterior, mas é cômico ver o Shiraishi cantando e dançando ao fundo.

O character design do anime é mais próximo do SD (super deformed, referente a personagens que tem a cabeça maior que o normal) fazendo com que as personagens fiquem mais kawaii.

O anime tem poucos contras, um deles é que por ter muitas referencias, vocabulário otaku e muito elementos óbvios na cultura japonesa, o que para leigos pode faltar o entendimento em algumas situações, fazendo com que esse anime seja mais reservado para os “ hardcore”. Agora na parte da animação, no começo pode assustar em relação a mudanças muito bruscas em relação a momento e lugar, como por exemplo elas podem estar almoçando no colégio e do nada estar em casa conversando com alguma delas. Uma hora acaba se acostumando, mas não nego que é um pouco problemático no começo. O problema é causado pela simplicidade do mangá, como o mangá é de 4 quadros que passa um capítulo em torno de um assunto, no anime eles colocaram apenas alguns quadros para integrar um quadro ao outro. Mas para mudanças bruscas de lugar, que seria a mudança de capítulo no mangá, não teria como colocar cenas para ligá-los sem que fique estranho ou algo assim. O diretor deve ter tido muitos problemas para fazer com que as coisas tenham um pouco de sentido. Falando nisso, o diretor desse anime mudou do episódio 4 para o 5. O antigo diretor Yutaka Yamamoto tinha sido aclamado como um gênio em 2006 com o trabalho realizado com Suzumiya Haruhi no Yuutsu. Em 2007, quando ele começou a produzir Lucky Star, a audiência estava muito baixa, e  ele acabou sendo muto criticado por ser um diretor que deixa muitas cenas paradas sem motivo. A exigência era que ele aumentasse a audiência em 3 episódios, mas como ele não conseguiu, então além de sair do anime, ele foi demitido da Kyoto Animation e saiu brigado com a Hirano Aya, que é a seiyuu de Suzumiya e da Konata. Alguns anos depois ele fez um anime criticando seu jeito de fazer anime e a Hirano Aya, mostrando que ele continua com ressentimentos.

Resumindo tudo, o anime é um dos clássicos dos animes atuais, mas por ter um público muito específico, ele nunca chegará a fazer um sucesso a altura de Naruto, mas com certeza com fãs muito mais devotos. Indico apenas para aqueles que tem um bom conhecimento da cultura otaku e/ou profundo da japonesa. Já não indico para leigos, pois mesmo que o anime seja muito bom, logo será largado caso as pessoas não entendam a maioria das coisas.

link para download em portugues.

link para ver online em inglês.

link para ver online em portugues. (nesse não tem o ova)

Anúncios

Um pensamento sobre “Lucky Star

  1. Só de ler a resenha me deu vontade de ver tudo denovo, junto com Azumanga Daioh. Um dos brilhos de Lucky Star é realmente o vasto e carismático elenco (confesso que hoje esqueci o nome de todas as coadjuvantes). Enfim, recomendo! Aliás, ótimo texto — não conhecia o lance do diretor demitido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s