Detective Conan: cross road in the ancient capital [review]

Detective Conan: Cross road in the ancient capital

O detetive Mori Shinichi foi chamado por um templo budista em que uma das estátuas foi roubada a 8 anos atrás. Com isso, Mori Ran e Edogawa Conan foram juntos para Kyoto, a antiga capital do Japão. Ao mesmo tempo, está ocorrendo uma seqüência de assassinatos em que todos são mortos por uma técnica de luta antiga, e todos estavam investigando sobre uma imagem e o conto. Qual a ligação entre o templo e o assassino?


Esse é um dos melhores filmes da série Detective Conan. O mangá é escrito pelo Aoyama Gosho, e serializado pela revista Shonen Sunday. O mangá começou em 1994 e continua até hoje.

O roteiro, contrariando a idéia de filmes inspirados em um anime, tem uma qualidade que não perde para os originais, e até supera alguns episódios. O roteiro misturou muito bem comédia, romance, suspense e ação, por isso é muito bem indicado. Nesse filme, a participação do Hattori e da Kazuha é maior (como a região que eles moram é diferente, eles não costumam aparecer tanto).

O filme tem uma estória que nem parece ser de filler. Ele mostra um pouco do passado do Hattori, e é bem interessante ver essa parte, e no fim temos uma pequena surpresa. Mesmo que o caso apresentado não seja tão bom, digo, não é um caso que parece ser muito difícil, ele consegue deixar com boas cenas de ação. Por isso a única coisa que acho que é um problema de qualidade é que o filme deixou de lado a parte de investigação e voltou mais para a ação. Pelo menos assim mais pessoas podem ter interesse em ver.

Na parte da animação está bem superior. Em parte das perseguições está bom e tem até cenas de lutas de espada que foram animadas de forma muito boa, só que na época, as animações em CG’s não eram tão boas, assim não é tão animador para os padrões atuais, mas isso não é um grande problema. Outra coisa que pode desagradar a muitos é o traço, que não é muito bonito. O olho é bem simples e até meio largado.

A música de fundo é boa, com temas clássicos do anime. A música tema é o Time After Time, uma das mais lembradas entre as músicas do Conan. Os seiyuus são os mesmos do anime, sendo que eles são muito influentes e experientes.

Kappei Yamaguti como Shinichi Kudou (Inuyasha, ranma ½, Ussop)

Minami Katayama como Conan (Hao asakura de shaman king, Nabiki Tendou de ranma ½)

Wakana Yamazaki como Ran Mouri (Nojiko de One piece, Nami de One Piece (70-78))

Ryo Horikawa como Hattori Keiji ( Vegeta de dragon Ball, Shun de Saint Seiya)

Yuko Miyamura como Kazuha Toyama (Asuka de Evangelion, Nanako de GTO)

Kazuhiko Inoue como Shiratori Keiji (Kakashi de Naruto, Ganma de Katekyo Hitman Reborn!)

Resumindo tudo: o anime é indicado para todos que gostem de anime policial, mas para aqueles que não gostam desse estilo, podem gostar desse já que esse filme tem muitas cenas de ação. Por isso, quem não gosta de policiais por achar muito parado, verá que esse é diferente.Quem não viu nada da série pode ficar mais calmo, o filme resume o começo da estória, e assim fica mais fácil. No filme só faz uma referencia a outro filme do Conan, mas isso não é importante para poder entender. E para aqueles que não conheçem a cultura, podem se acalmar também, por que mesmo que o filme seja centralizado em um grupo histórico do Japão, no filme ele explica quem são essas pessoas. A única coisa é que caso queira ver a história de uma forma melhor, tem que pesquisar um pouco.

Link:

Para assistir online com legenda em ingles.

Música tema do filme:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s