ef: a tale of memories & a tale of melodies [review]

Ef – a tale of a memories e tale of a melodies é inspirado em um Adult Game da empresa minori, o anime foi produzido pela Shaft, com direção de Oonuma Shin, diretor de Baka to Test to Shoukanjuu e Negima!?, character design para o jogo de Nanao Naru, mesmo de Do capo, o character design para o anime é de Sugiyaki Nobuhiro, mesmo de Arakawa Under The Bridge, músicas de Tenomon, mesmo de 5 centimeters per second, e pelo Yanagi Eiichirou.

O anime é um drama romance, inspirado em um jogo adulto, mas o anime não mostra nenhuma cena de sexo, e apenas mostra o depois, mas nada no durante, assim o anime se foca apenas no drama dos personagens.

A estória segue de uma forma bem estruturada durante as duas temporadas. Durante os primeiros 5 episódios temos a apresentação dos personagens, o encontro, as dúvidas, o passado entre outros que compõe a personagem. Durante o episódio 6 e 7, é apresentado a verdadeira face das personagem, mostrando a proporção da dor e da dúvida. E o resto passa para a resolução dos problemas das personagens, e a conclusão.

O estilo do roteiro é bem estruturado, mas extremamente natural dentro de um romance, começa sem saber de nada sobre a outra pessoa, descobrindo lentamente, em um momento a descoberta vem de uma forma forte, e tenta resolver os problemas de ambos os lados, assim a estória parece mais natural, e sua evolução é relativamente devagar no começo, já que os personagens estão distantes, e no fim a velocidade sobe muito, já que estão próximos.

A discussão dos romances entre os personagens é um pouco perigoso, já que é muito fácil ver um spoiler, na hora não parece ser um, mas quando visto no anime é notável que foi perdido as pequenas surpresas que compõe todo o começo do anime, que é quando não se sabe de nada sobre os personagens, e a estória simplesmente segue, sem revelar nada de uma vez, de uma forma natural, com leves surpresas agradáveis.

Nas duas temporadas são apresentadas 2 romances conturbados, causado por algum problema pessoal ou por doenças, mostrar dois casos ao mesmo tempo é interessante, já que ver apenas um dos casos seguidamente se torna cansativo, quando visto alternadamente, a mente não consegue se acostumar e acaba prestando atenção em todos os momentos.

Sobre a ordem das temporadas, necessariamente é preciso ver tale of a memories antes do tale of a melodies, já que o melodies explica os mistérios de memories, e como dito antes, as pequenas surpresas compõe a obra. O melodies acontece depois e ante do memories, fazendo com que a ordem seja mais importante.

Apesar de o melodies ficar um pouco mais fraco depois que explica os mistérios, o anime se mantem interessante por notar que as mesmas frases que salvaram alguém em memories, não acontece em melodies, mostrando que as palavras positivas nem sempre tem um resultado positivo, assim a diferença de qualidade entre as duas temporada é pequenas, assim os dois mantem sua qualidade superior.

O character design não me agrada muito por ter um estilo muito claro de adult game, o que me incomoda por aparecer que o anime seja um anime de nível inferior apesar de sua qualidade, mas nada que incomode a maioria das pessoas, já que tem um belo traço, com bons personagens femininos, apesar de um claro problema de personagem masculino, capaz de no começo até confundir os personagens em memories já que o traço não ajuda muito no caso dos masculinos.

O efeito da Shaft nesse anime sem dúvida é a que melhor foi utilizada pra transmitir os sentimentos dos personagens em todos os animes. No anime a troca de cores e mudança de câmera se torna mais forte, mostrando dúvida dos personagens e incertezas, mas o mais memorável é quando tem o objetivo de mostrar as dores e loucuras dos personagens fazendo com que o estilo escolhido consiga transmitir os sentimentos dos personagens até de mais. nesse momento ficava por aproximadamente 4 minutos só apresentando repetições que representava a loucura e o que incomoda os personagem, fazendo com que seja um dos 4 minutos mais longo que poderia ter sido em um anime, não por chatice, mas por ser assustadora a dor que o personagem carrega, fazendo com que quem assisti se incomode com a dor, mas ao mesmo tempo permaneça por estar tenso de mais para poder fazer alguma coisa.

Em relação as cores existem diferenças entre a relação de Hiro e Miyako e de Renji e Chihiro, na de Hiro e Miyako as cores eram mais vivas, enquanto que no de Renji e Chihiro tinha cores mais escuras por ser mais concentrado em monólogos, apesar de não ser sentida muita diferencia caso não preste atenção, será notável que a paisagem e objetos costumam estar em cores mais escuras que o necessário. No tale of a melodies não existe uma diferença entre os dois romances, no geral ele é mais escuro, apesar de um episódio que só acontece no passado estar em preto e branco, e depois foi colocado uma versão colorida do episódios, nessa temporada foi colocado cenas com personagens se movimentando como se fosse um desenho feito a lápis em um sketch book, da mesma forma que os desenhos do personagem.

As músicas do fundo tem uma qualidade alta, e com um sentimentalismo forte, fazendo com que ele seja uma parte integrante para a dramatização ou a suavização das cenas. Diferentemente da maioria em que a música apenas compõe a obra, nesse anime a música é importante para a cena, fazendo se parte importante da cena. As músicas de aberturas tem uma qualidade alta, com duas versões em inglês e japonês, particularmente achei a versão japonesa melhor, a música foi composta para o inglês, quando cantado em japones parece estar com o vocal fora do rítmo da música, as cenas não são todas iguais e mudam dependendo do momento do anime, os endings são bons, nas duas temporadas tem 3 ending diferente para personagens diferentes, mas tem ending com músicas iguais mas com cenas diferente.

Curiosidades:

Otowa é uma cidade real e tem no japão, mas o segundo Otowa não é real.

Caso pegue as ininciais dos nomes das subtitles de ef a tale of a melodies chegará na palavra euphoric field.

Caso pegue as ininciais 6 ao 1 e do 7 ao 12 tirando os re e for chegará na palavra future.

Resumindo Tudo: O anime tem uma qualidade superior, uma das melhores adaptação de adult game para o anime, a shaft conseguiu criar o melhor drama deles até o momento com esse anime, apenas com alguns pequenos erros. Recomendo a maioria que gostem de animes de drama, romance e para os bons apreciadores, não indico para pessoas mais frágeis as dores dos personagens que podem sentir muito nas cenas mais fortes, e não indico ao pessoal que só vê um anime pra ver ecchi, quando vê um adult game piora, o anime não tem nada de ecchi, se for pra contar existem 2 cenas e mais nada, assim não indico ninguém a ver se for pra tentar ver ecchi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s