Mawaru Penguindrum [review] by Eiti

Kunihiko Ikuhara é um diretor muito admirado, trabalhou em Sailor Moon e Utena. Não posso falar muita coisa dele, já que apenas vi Sailor Moon, mas como todos estavam dando atenção a esta obra, não tem como não ficar interessado.

E assim nasce um anime predestinado a fazer sucesso e ele pode muito bem ser o divisor de águas dos animes, muitos o consideram a salvação dos animes da mesmice do moe. Outros o veem como uma nova tendencia. Não importa como você o veja, mas todos entendem que ela é uma obra diferente.

Mawaru Pengun Drum é um anime de drama, comédia, supernatural e psicológico muito requintado, a maior parte é responsável pela direção.

A estória é simples, dois irmãos lutam pelo bem de sua irmã que tem uma doença terminal. Ele muda constantemente de foco, juntamente com o personagem principal, mas única coisa que não muda em toda estória é esse plano simples e comum. Claro que o anime tem outros focos e mistérios interessantes como uma mulher louca por um dos irmãos, organizações secretas e poderes mágico.

Tudo é muito confuso no começo, mas a forma que o diretor faz fluir o anime, faz com que você continue a ver de forma agradável. Isso é levado por 4 motivos. O primeiro é a quantidade de simbolismo presente aqui. No começo não é muitos, mas logo vai aumentando isso. É difícil pegar tudo assistindo a uma vez, é preciso ver mais algumas vezes para tentar pegar tudo.

O segundo é a quantidade de efeito utilizado pelo diretor. Diferentemente de outros diretores que gostam de usar muito efeito, mas erra nos momentos. Em mawapen, praticamente não tem excessos, todos os efeitos se encaixam no ritmo daquele momento do anime.

O terceiro são as personagens que são carismáticas e todas são bem evoluídas. Claro que nem todas as personagens conquistam você na hora, como a Ringo e a Masako, mas depois de um tempo elas se tornam carismáticas (tem uma outra mulher que aparece do nada e vai embora do nada, muito aleatório).

O último motivo são os pinguins. Pode estar acontecendo a cena mais séria do mundo, mas no fundo está os pinguins fazendo a mesma coisa, mas de forma cômica. É muito engraçado ver eles e como o diretor consegue contar a mesma coisa de forma totalmente diferente.

O character design é um tanto infantil, mas consegue ficar equilibrado com o tema do anime.

Este anime só não consegue ser ótimo por ter episódios muito mal desenhado. Não parecia ser efeito ou algo do tipo, mas pura deformação por má qualidade de desenho. Isso é um tanto grave para um anime deste naipe.

Próximo do fim, quando já está tudo definido o que vai acontecer começa a ficar forçado. Mas depois melhora e tem um belo fim.

Em relação a dublagem não tenho grandes pontos a comentar. Mas a voz do Kanba é bem diferente, alguns adoram e outros ficam incomodados. O fato é que a voz dele é bem grave e quando ele dubla uma criança fica horrível. Então a voz dele traz alguns momentos geniais, mas também tem momentos que a voz dele fica muito ruim.

As duas aberturas tem um ritmo bem lento e pode assustar algumas pessoas que esperam uma abertura mais comum. A maior parte das músicas cantadas no meio do anime e no encerramento é cover da banda ARB(uma banda dos anos 80, ou seja, início do rock japonês). Todas ficaram ótimas no cover, mas quem gostou vale a pena dar uma olhada nas músicas originais.

Resumindo Tudo: Este é um anime muito notável. Ele consegue agradar tanto a aqueles que querem ver um anime sem pensar muito e aqueles que querem um anime bem profundo. Tem uma arte linda, estória linda e uma direção muito competente, mas os piões que fazem o anime erraram algumas vezes. Sem dúvida deve ser assistido por todos os amantes de anime.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Mawaru Penguindrum [review] by Eiti

  1. Fiquei na duvida se vejo ou não?!?!? Se bem que Sailor Moon é uma boa recomendaçao… Ainda assim, pensar não é algo que eu esteja muito afim nos ultimos dias… Vou esperar a Pers ver e liberar a resenha para me decidir!!!

    A proposito, menino como vc consegue saber tantos detalhes sobre a produção ein!?!?!? Assustador!!! Sera que quando eu crescer vou ficar assim como vc Eiti??? #Oremos

  2. Amei esse anime.As metaforas que eles usam para discutir o sentido da vida,o modo com eles trabalham com as emoções dos personagens e como eles desenvolvem eles é incrivel.O uso da comédia para diminuir a tensão de algumas cenas tambem é excelente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s