Kurohyou: Ryuu ga Gotoku Shissou [review] by Eiti

Existe uma coisa que deixa tudo mundo assustado, uma adaptação de algo para os doramas. Por algum motivo os j-drama consegue ser muito competente na hora de fazer algo original, mas na hora de adaptar … essa é uma dureza.

Kurohyo: Ryuu ga Gotoku Shissou é um dorama inspirado no jogo homônimo para o psp e faz parte da série Ryuu ga Gotoku (no ocidente conhecido como Yakuza).

O jogo em si parece uma versão mais simples da série original, tal vez para um público mais novo, então o protagonista é mais novo e o universo é mais simples do que no original. Vendo o dorama dá a impressão de que a estória que já era mais simples e “infantil” do que o original fico mais infantil ainda, ficando com uma estrutura de shounen.

Isso aparece principalmente pelos valores do protagonista que é modificado. No jogo o protagonista é um animal que só pensa em lutar e ganhar dinheiro. No dorama, ele é um jovem que coloca os amigos na frente de tudo e sempre os protege. Essa mudança é notável em vários outros momentos, no jogo o protagonista entra no prédio dos chineses para pegar dinheiro, no dorama é pra salvar um amigo. No jogo o personagem mata o chefão com o próprio punho (apesar de depois acontecer várias outras coisas), no dorama, ele fica desacordado e quando percebe tá tudo mundo morto.

Apesar de estar criticando muito a estória por ter virado muito shounen e certinho, ele não fica tão ruim se comparado com outras coisas que são voltado para este público, além do mais se for falar sobre battles. O fim não é lá grande coisa na hora de dar a resposta final, mas acaba surpreendendo por um ato inesperado e assusta mais por causa do fim não politicamente correto, já que tudo neste dorama foi modificado para ser politicamente correto.

As cenas de lutas em Kurohyo é muito divertido. Ver o protagonista arrebentando os outros sem relutação é bem diferente de ver um battle com persoangem lançando lasers pra todos os lados. As cenas de lutas nas ruas é divertido e as lutas no estádio de MMA em que vale exatamente tudo é uma parte muito divertido. Alguns podem se interessar pela atual onda de MMA que vem ao Brasil (sinceramente não ligo muito pra isso, eu gostava disso quando tinha 8 anos, agora não tem tanta graça).

A atuação aqui não é grande coisa, a produção é mais baratinha já que ele foi feito pra divulgar o jogo (vendo que a estreia do dorama foi uma semana depois). Então não espere nada de diferente. Isso vale também pra quem acredita que vai ver uma romance no meio de tudo aqui. No começo até parece que vai rolar alguma coisa pra animar o público, mas pelo jeito desistiram no meio do caminho.

Resumindo Tudo: Se compararmos com a obra original, este dorama é fraquinho a maior parte do tempo, sendo bom apenas no fim. Mas se pensar que este é um dorama de porrada para algum adolescente achar tudo muito cool, o dorama realiza muito bem e pode pegar também um público um pouco mais velho. Não dá pra indicar este dorama para um outro público, já que ele foi totalmente pensado para que comprassem o jogo, então ele só tem o objetivo de fazer sucesso entre o nicho definido por ele.

Anúncios

Um pensamento sobre “Kurohyou: Ryuu ga Gotoku Shissou [review] by Eiti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s