The King of Pigs [review] by Eiti

Nos últimos tempos podemos observar uma ascensão das animações coreanas. Podemos notar isso com algumas feiras de cinema e prêmios internacionais que as animações coreanas estão conseguindo. Engraçado que ter um estúdio coreano dentro equipe é quase um selo de baixa qualidade para um anime. Dentro deste universo encontrei “The king of Pigs” que pode não ter uma boa animação, mas é muito interessante.

Logo no começo notamos que o filme não foi feito para crianças e nem foi feito para nos divertir. Começa com os dois amigos que não se encontram há muito tempo já adultos. Os dois tem alguma relação negativa com alguma mulher logo no começo. Um claramente matou a esposa e o outro bateu na ex num momento de estresse.

Continuar lendo

Anúncios

Gyakuten Saiban [filme] [review] by Eiti

Esses dias estava meio ocupado e sem vontade de escrever no blog, mas vamos voltar a ativa comentando sobre o filme inspirado no jogo cult Ace Attorney: Gyakuten Saiban!

Fazer um filme sobre um jogo que tem uma grande quantidade de fãs é muito complicado (ainda mais se forem nerds), eles devem manter um certo nível de fidelidade com a obra original, mas as limitações que a nova mídia impõe dificulta isso.

Continuar lendo

Tezuka Osamu no Buddha: Akai Sabaku yo! Utsukushiku [review] by Eiti

Esses dias estou vendo bastante coisa sobre o budismo. Não sou budista, mas tenho alguns familiares que tem muita influência dessa religião (inclusive eu), portanto estudar a religião budista acaba sendo um estudo sobre a minha família.

A verdade é que a leitura de textos religiosos diretamente é cansativos e podemos ter dificuldades para entender o que está querendo dizer, dentro da religião budista tem tanta coisa que é praticamente impossível de obter bons resultados em curto tempo. Tentar ler livros religiosos escrito atualmente também é complicado, já que cada segmento de budismo vai puxar para um lado diferente, tendo interpretações bem distinta para a mesma coisa.

Eis que vem então o mangá de Buddha do grande Osamu Tezuka. Indico a leitura deste mangá para os que não conhecem nada da religião budista e do primeiro buddha (o Siddhartha Gautama). O mangá apresenta de forma engraçada e bem livre a estória do Buddha e a base da filosofia budista, podendo de uma forma rápida e divertida aprender sobre a religião. Mas agora tem uma opção mais acessível ainda! O filme inspirado na série do Osamu Tezuka. A série terá no total 3 filmes e falarei aqui sobre o único filme que saiu até este momento.

Continuar lendo

Tonari no kaibutsu-kun (e sua polêmica) [preview] by Eiti

Eu sei que logo na última postagem sobre sukitte iinayo eu tinha falado que só iria escrever preview caso alguém pedisse, mas eu achei legal comentar sobre Tonari no Kaibutsu-kun. Uma por que o par romântico dos dois animes são bem diferentes. O segundo por que este anime tá no meio de uma polêmica. Então vou escrever uma preview baseada nos primeiros 2 episódios.

Neste anime somos apresentados a Shizuku Mizutani. Uma menina que classificaríamos como uma nerd. Ela é muito estudiosa e só pensa em estudar, sendo então uma menina totalmente (pelo menos no começo) racional. As emoções não devem atrapalhar os estudos. Então ela vai se encontrar com o Haru Yoshida. Um vagal que não vai para escola e vive brigando. O ponto importante dele é que ele demonstra de mais os sentimentos, então ele é reage a qual quer coisa que está em sua volta de forma explosiva, é praticamente um animal que vive só de instintos. Oposto da Mizutani.

Continuar lendo

Sukitte iinayo [preview] by Eiti

Já faz tempo que eu não escrevo um preview. O problema é que não gosto de escrever algo de forma tão superficial como deve ser um preview (e tem problema com tempo), mas como um grande amigo o Gabriel do blog Ipirados pediu para que eu postasse um preview sobre “Sukitte iinayo” então vamos lá!

Comecei a assistir a este anime por um motivo aleatório, foi algo como “não é sempre que sai um shoujo, então vou assistir”. Então qual quer coisa a mais que o anime trouxesse eu ficaria feliz.

Continuar lendo

Kurohyou 2 [dorama] [review] by Eiti

Saindo mais um jogo da série Ryuu ga gotoku: Kurohyou, saiu mais uma temporada do dorama que tem claramente o objetivo de divulgar o jogo. A primeira temporada foi elogiado por mim por ser mais leve em alguns momentos, mas consegue ter momentos até mais pesados do que o jogo em si. O drama da série original era interessante depois de um certo momento e isso acabou me convencendo que o dorama e o jogo deveriam ser explorados pelos fãs, já que os dois tem estórias muito diferentes, então não chega a atrapalhar na graça do outro.

Continuar lendo

.Hack// Sekai no Mukou ni [review] by Eiti

Este filme da série .hack foi lançado recentemente e vou deixar avisado que não vi nada referente a .hack até este momento, então não conseguirei fazer uma boa comparação entre as versões. Não importa falar que o jogo, anime ou o mangá é melhor, a análise será totalmente do filme.

Começando pela parte boa. O visual do anime é muito bonito. Tudo foi feito em CG, então visualmente é tudo muito bonito, inclusive o mundo real e o do jogo. Mas eles utilizaram um visual interessante. O mundo real tem menos detalhes. O rosto das personagens são menos detalhados e mais leves, tem vários elementos do ambiente que é em CG, mas simplificado e as árvores são em CG, mas as folhas são pintadas como se fossem 2D. Já o jogo é bem mais realista, utilizando muitos detalhes nos avatares e no ambiente. Essa mudança é bem notável e faz com que sintamos que estamos assistindo a um anime no mundo real e a um trailer de um jogo nas cenas que ocorrem no jogo. Então vale a pena ter uma versão em HD para poder aproveitar todo o visual do filme.

Continuar lendo