Meia-noite em Paris [filme] [review] by Eiti

Meia Noite em Paris - 2011

Olá pessoal! Acho que faz certo tempo que eu não comento sobre algum filme, então vou falar sobre “Meia-notie em Paris”.

O filme é uma comédia romântica com o Owen Wilson que vou ser sincero, nunca o vi como um ator, não que ele seja ruim, mas me vem a cabeça apenas aqueles papeis toscos, então meu respeito era baixo. Com este filme acho que minha opinião mudou (um pouco). Apesar de ser comédia romântica, não consigo ver tanto este lado no filme. O foco não está ali, ao menos que você fale que o romance é em relação a paris e a geração perdida da literatura americana, aí neste caso vou concordar.

O grande amor do protagonista não é a noiva dele, mas Paris dos anos 20 romantizada por ele e onde estava os grandes autores da geração perdida como Fitzgerald e Hemingway que o protagonista vai encontrando em seus passeios noturnos.

A estória em si é bem simples e ainda curtíssimo (94 minuto não é tão curto, mas agora que tem tanto filme com 120 minuto, me parece curto), mas a sua brincadeira com esses passeios, viagem no tempo e essa nossa tentativa de fugir do presente para ir para uma suposta era de ouro é incrível e cativante.

Mas aí entra um problema. Qual a graça de alguém ver este filme caso nunca tenha ouvido falar na geração perdida? Acredito que muito pouco. A graça do filme é viajar com o protagonista e ficar tão animado quanto ele ao encontrar os grandes intelectuais da época. Se você não conhece nada dessa época e o motivo de ser considerada a era de ouro para o protagonista, não vale a pena tentar ver este filme, leia um pouco sobre a geração perdida, leia um livro da época e só depois veja o filme.

Este filme tem algumas cenas que me pareceram muito lentas e relativamente cansativas, no começo pensei que era algum problema do diretor, mas então reparei que estas cenas aconteciam nas cenas onde o protagonista estava entediado e forçado a acompanhar sua noiva. Tal vez seja sem querer, mas o contraste entre o ânimo de ir para a década de 20 e a sensação de que o presente é monótono é bem transmitido.

Resumindo Tudo: Este filme é divertido e bem feito, mas não dá para depender apenas da qualidade dele para indicar a alguém. Ele não explica sobre as pessoas apresentadas, pois já se espera que os espectadores já os conheçam. No fim, não tenho certeza se todos deveriam realmente saber, já que eles fazem parte da literatura americana e pode ser que lá seja aprendido na grade escolar básica. Mas em todo caso é bom estudar antes de ver o filme.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Meia-noite em Paris [filme] [review] by Eiti

  1. Então pelo o que você disse esse é o tipo de filme que excluir as pessoas da conversa, se você conhece bem, senão fica se sentindo um intruso na festa???? Entendi certo??? Confesso que ainda não assisti esse filme e nem tenho vontade ele tem esse ar de coisa cult que não me atrai e agora que vc diz que a gente precisa estudar para entender ai é que fica pior… eu gosto de filmes sobre cultura e arte que conseguem incluir até a pessoa mais reticente e não dos que excluem. #SouChata

    • Hmmm, acho que essa é uma boa comparação. Você chega numa festa com o protagonista e vocẽs são apresentados a Fitzgerald. O protagonista fica maravilhado e você continua não entendendo o que está acontecendo, então sai na festa sem um amigo e sem conhecer ninguém …
      Ah claro que você pode entender como os personagens são e como é divertido, mas essa sensação de que falta uma explicação ali ou aqui é verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s