Mononoke Hime [review] by Eiti

mononoke_himeOlá pessoal! Já faz um tempo que não fazia uma postagem em nome da tag do grupo Chá com blog versão otaku (o último foi cancelado por falta de participação). Desta vez o filme eleito foi Mononoke Hime!

Mononoke Hime é um daqueles filmes que todo fã do estúdio Ghibli deve assistir, mas eu ainda não tinha assistido! O grande motivo para isso foi que o meu conhecimento da Ghibli se resume aos filmes que assisti na minha infância (esses eu assisti dezenas de vezes). Mononoke hime está longe de ser um filme para crianças ou mesmo acessível a elas.

Ashitaka é um jovem príncipe de uma vila que sofre com uma maldição após matar um tatari kami (ou demônio). Para tentar encontrar uma solução, ele vai em busca do shishi gami, mas na viagem descobre que há uma luta entre uma vila de mineradores e a floresta, já que para minerar é preciso destruir a floresta.

Mononoke Hime é um dos filmes que melhor representa a vontade do diretor Miyazaki. Um jovem sendo confrontado com a realidade, figuras femininas fortes, a ligação com o tradicional, elemento fantástico, defesa da natureza e o pacifismo.

Ashitaka não é o herói guerreiro e corajoso que esperamos de uma aventura épica. A figura dele é inspirador e nobre, mas ele não entra em uma jornada pela as bravura, mas por correr risco de perder a vida. Ele também é um ótimo guia para a grandiosidade dos eventos que corre em volta dele e isso acontece por ele ter uma posição neutra por um bom tempo, conhecendo o objetivo de ambos os lados, mas ele não é o grandioso que vai mudar esses eventos.

Há várias figuras femininas importantes no filme e inclusive são as responsáveis por guiar a história. San, a menina lobo que tem ódio dos humanos representa o lado protetor da natureza e Eboshi a líder da vila dos mineradores e defende o desenvolvimento com o sacrifício do natural. Além dessas duas figuras maiores do filme há várias mulheres da vila que tem uma participação mais importantes que o dos homens. No filme dá a entender que o papel de liderança é feito pelas mulheres e inclusive o Ashitaka tem uma relação maior com o trabalho feito pelas mulheres.

O trio San, Ashitaka e Eboshi pode ser entendido com os três tipos de relação com a natureza que pode ser observado nas religiões do mundo. San tem uma forte ligação com a natureza e inclusive se vê dentro dela. O fato de ela considerar uma loba como a sua verdadeira mãe mostra que não há distinção entre homem e animal para ela. Esta visão é o mesmo que utilizado por algumas religiões de povos “arcaicos” como os eskimos.

Ashitaka tem uma posição neutra, onde há uma distinção entre o homem e o animal/natural, mas ainda tem forte ligação com a natureza. A ligação com a natureza é feita olhando de tempo em tempo a sua figura como algo superior, mas que deve ser considerado como um lugar paralelo que deve ser buscado quando há grande necessidade. Esta posição pode ser encontrado no Xintoísmo mais próximo da origem (inclusive utilizado como base deste filme).

Eboshi já é uma personagem que acredita na natureza como algo que deve ser utilizado pelos homens para obter o desenvolvimento. Esta visão mostra uma completa separação do homem com a natureza e até de submissão da natureza a vontade humana. Esta visão deve ser a mais próxima aos leitores, já que este é a visão propagada por muitos anos pelas religiões ocidentais baseado no monoteísmo. A religião de Eboshi seria uma mistura entre a religiosidade tradicional japonesa e a ocidental. Podemos observar isso com sua crença de que ao matar o Kami (tradicional) responsável pela floresta irá obter o poder sobre o local (moderno) e ainda investe no desenvolvimento de tecnologias béligas e usa uma arma de fogo.

A qualidade da animação é surpreendente pela riqueza visual do filme. As florestas tem muitos detalhes e o uso de alguns elementos em 3D é colocado tão naturalmente que pode passar despercebido pela maioria.

Acredito que alguns possam sentir o filme cansativo. É um filme que devemos ser guiados pelas várias culturas e figuras apresentados durante o filme. Ele inclusive coloca momentos de menor tensão para digerir o que cada cena quer dizer, fazendo com que o filme ganhe ainda mais riqueza. Só que isso pode desafiar a paciência de alguns ansiosos por mais respostas.

Resumindo Tudo: O filme de Mononoke Hime é extremamente rico e só falei de um dos aspectos do filmes! Se você é um fã do estúdio, mas ainda não assistiu, deve assistir o filme. Ao mesmo tempo deixe na sua mente que não é um filme que deve ser assistido com alguma crianças. A maioria dos filmes consegue abordar a vários públicos, mas mononoke hime é mais específicos.

Obs. Como eu falei, só abordei um dos aspectos do filme, então leiam análises de outros blogs para que possa ter uma visão mais global deste filme complexo!

Participantes da tag:

http://ipirados.blogspot.com.br/2014/04/mononoke-hime-cha-com-blog-versao-otaku.html

http://animesdojapao.blogspot.com.br/2014/04/mononoke-hime-cha-com-blog-versao-otaku.html

http://umpoucodeshoujo.blogspot.com.br/2014/04/princesa-mononoke-mononoke-hime-cha-com.html

http://otakumegaanimes.blogspot.com.br/2014/04/mononoke-hime.html

Anúncios

4 pensamentos sobre “Mononoke Hime [review] by Eiti

  1. Eiti, sua resenha ficou maravilhosa! Não tinha pensado no trio na maneira que vc pensou e acho que vc está certíssimo! Adorei a resenha! bastante completa!

    Mais uma vez obrigada por participar da tag!

    Bjs

  2. Olá!!

    Mononoke Hime eu nunca assisti. Ainda estou atrás de Nausicaä do Vale do Vento. E pelo que li em sua resenha, o filme deve valer a pena.

    Vi que você frisou que o filme não deve ser assistido por crianças, e me peguei pensando nisso: será que todos os filmes da Ghlibi que assisti são infantis? Bem, Vidas ao Vento não foi… rsrsrs

    Até mais

    • Filme da Ghibli costuma ter um equilíbrio entre adulto e infantil, mas este está longe de ser mostrável para criança e fiquei surpreso ao descobrir o motivo de não terem me mostrado o filme antes! kkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s