Classificação dos shoujos

hanayoridango-manga

Olá pessoal! Aqueles que costumam ler/assistir alguma coisa shoujo sabe que dentro deste público há obras para várias faixas etárias e por isso que este universo é tão interessante! As editoras sabem muito bem que mangás mais infantis como Pretty Cure devem estar em publicações diferentes de obras como NANA, então vou mostrar como eles dividem as publicações atualmente!

As publicações “Youji-Teigakunen” referem aos mangás para o público de 5 a 10 anos (fim do jardim de infância até o 5º ano do ensino fundamental). A publicação mais conhecida para este público deve ser Asari-chan. Essas revistas costumam vir com adesivos e um brinde para atrair o público. Não conhecemos muitas publicações para este público por aqui, pois os mangás são bem infantis e o interesse por mangá fora do Japão costuma acontecer mais tarde.

Continuar lendo

Anúncios

好き!大好き!愛してる! Amo, amo, amo. Qual a diferença!

lovely-complex

Olá pessoal! Eu sei que estou a um tempo sem postar aqui e realmente estou atrasando algumas coisas, mas dessa vez falarei um pouco sobre a língua japonesa!

Muitos leitores já devem ter assistido algum anime ou dorama romântico e então vem a grande frase “Eu te amo” que em algum momento tem que aparecer. Alguns aqui devem até saber que para dizer isso em japonês pode usar o verbo 好き (suki), mas se for estudar mais afundo, o verbo também tem o sentido de simplesmente gostar e não necessariamente o nosso “amar”. Para piorar ainda aparece a versão 大好き (dai-suki) e colocando a frase “eu te amo” no google tradutor aparecerá o verbo 愛する(aisuru)! Então vamos estudar o que cada verbo significa mais a fundo.

Continuar lendo

Enciclopédia otaku #13 – Hina Matsuri

Olá pessoal! Eu sei que estou bem atrasado, mas no dia 3 de março se comemora o Hina Matsuri no Japão, ou seja o dia das meninas por lá.

Nesta época o inverno começa a ficar mais leve e começa a aparecer as primeiras mudinhas das flores. Nada melhor do que essa época para marcar uma data para rezar para que as meninas cresçam fortes. Como a paisagem é importante nestes casos, então podemos imaginar que nessa época as primeiras mudinhas representariam as meninas com uma beleza ainda incompleta e muito sensível até que elas vão amadurecendo e chegam ao casamento no ápice da beleza, ou seja na primavera.

Continuar lendo

Enciclopédia Otaku #12 – Música dos anos 70

Olá Pessoal! Continuando a nossa jornada pela estória da música popular japonesa, chegamos aos anos 70. Esta época é marcado pelo milagre japonês, o ano que o Japão emerge da destruição da segunda guerra mundial até chegar a potência econômica. Também é neste ano que acontece o expo’70, muitos pais viveu a infância nesta época, o que é lembrado em um dos melhores filmes de todos os tempos “Crayon Shin-chan Arashi wo yobu mouretsu Otona Teikoku no Gyakushu!” (Ele é um dos melhores filmes do Shin Chan e vale a pena assistir).

O Kayoukyoku nessa época começa a perder suas características originais e começa a aceitar sotaque estrangeiro e até algumas palavras. Também nasceu como seu derivado os Idol kayoukyoku, que seria o kayoukyoku cantado pelos Idol.

Continuar lendo

Enciclopédia Otaku #11 – Música dos anos 60

Já faz um tempinho desde quando falei sobre a música japonesa nos anos 50. agora vamos comentar sobre os anos 60. Nos anos 60, o Kayoukyoku fica mais forte e começa a sofrer influências do rock que estava nascendo nos EUA.

O kayoukyoku mantêm seu estilo definido nos anos 50 e não muda desde então. O fato mais importante dentro deste estilo é a música “Ue Wo Muite Arukou” (“Sukiyaki” nos EUA). Ele é cantado pelo Kyu Sakamoto e é o grande clássico da música japonesa. Ele é a única música japonesa a conseguir ficar no topo de vendas nos EUA, ficando 4 semanas nela. Vendeu 13 milhões de cópias no mundo e é o 14º single mais vendido do mundo.

Continuar lendo

Enciclopédia Otaku #10 – Música dos Anos 50 – Nascimento do Kayoukyoku

Olá pessoal! Este post é um pouco diferente dos que eu estava fazendo a pouco tempo. Estava meio cansado de ficar fazendo review e fiquei animado em retomar projetos mais longos que eu tinha planejado no começo do blog. Antes eu tinha uma seção chamado dicionário otaku, mas vou mudar para enciclopédia otaku, já que a ideia está muito longe de um dicionário. Eu parei de fazer esses posts mais longos já que tomavam muito tempo e não estavam me satisfazendo. Mas como o último post deste tipo (Vocaloids) está me dando resultado positivos agora, senti que era o empurrão que eu precisava.
A ideia agora é fazer uma série de posts que falem sobre a música popular japonesa. O tema foi escolhido por mim por que existe um fato que me deixa muito nervoso. Quando alguém pergunta qual tipo de música eu escuto e respondo que só escuto música japonesa. A pessoa que me perguntou começa a me encher o saco me chamando de ignorante em relação a música. Sendo que muitas vezes, essa pessoa nem sabe como originou o estilo que ela gosta e acha que sabe muito por que escuta a música que a maioria escuta (nestes caso normalmente americanas e do Reino Unido). Além de outros me justificarem dizendo que escuto música de um mercado pequeno. O problema é que o mercado fonográfico japonês é o segundo maior do mundo, atrás apenas do U.S. Então não deveria ser tão pequeno assim.

Continuar lendo

Dicionário Otaku #9: Vocaloids

Olá pessoal! Este será um post sobre o dicionário otaku especial, já que será o primeiro do ano, e nada melhor do que começar com uma assunto muito interessante, que é os Vocaloids. Muitos devem pensar que ele é apenas um programa que canta, mas na verdade elas tem uma influencia muito maior que o esperado.

Vocaloids parte 1: Modelos de Vocaloids.

Vocaloid é uma engine desenvolvido pela Yamaha com parceria da Pompeus Febra university na Espanha, o programa é um sintetizador de voz, assim o usuário deve incluir a melodia e a letra da música, com um interface relativamente simples, é possível fazer uma vocaloid cantar, mas o programa é voltada para músicos profissional, pela variedade de tons e efeitos que pode ser difíceis de ser utilizado pelos newbies.

Aqui mostraremos os modelos de vocaloids, falando de curiosidades e marcos do produto.

Continuar lendo