Enciclopédia Otaku #12 – Música dos anos 70

Olá Pessoal! Continuando a nossa jornada pela estória da música popular japonesa, chegamos aos anos 70. Esta época é marcado pelo milagre japonês, o ano que o Japão emerge da destruição da segunda guerra mundial até chegar a potência econômica. Também é neste ano que acontece o expo’70, muitos pais viveu a infância nesta época, o que é lembrado em um dos melhores filmes de todos os tempos “Crayon Shin-chan Arashi wo yobu mouretsu Otona Teikoku no Gyakushu!” (Ele é um dos melhores filmes do Shin Chan e vale a pena assistir).

O Kayoukyoku nessa época começa a perder suas características originais e começa a aceitar sotaque estrangeiro e até algumas palavras. Também nasceu como seu derivado os Idol kayoukyoku, que seria o kayoukyoku cantado pelos Idol.

Continuar lendo

Enciclopédia Otaku #10 – Música dos Anos 50 – Nascimento do Kayoukyoku

Olá pessoal! Este post é um pouco diferente dos que eu estava fazendo a pouco tempo. Estava meio cansado de ficar fazendo review e fiquei animado em retomar projetos mais longos que eu tinha planejado no começo do blog. Antes eu tinha uma seção chamado dicionário otaku, mas vou mudar para enciclopédia otaku, já que a ideia está muito longe de um dicionário. Eu parei de fazer esses posts mais longos já que tomavam muito tempo e não estavam me satisfazendo. Mas como o último post deste tipo (Vocaloids) está me dando resultado positivos agora, senti que era o empurrão que eu precisava.
A ideia agora é fazer uma série de posts que falem sobre a música popular japonesa. O tema foi escolhido por mim por que existe um fato que me deixa muito nervoso. Quando alguém pergunta qual tipo de música eu escuto e respondo que só escuto música japonesa. A pessoa que me perguntou começa a me encher o saco me chamando de ignorante em relação a música. Sendo que muitas vezes, essa pessoa nem sabe como originou o estilo que ela gosta e acha que sabe muito por que escuta a música que a maioria escuta (nestes caso normalmente americanas e do Reino Unido). Além de outros me justificarem dizendo que escuto música de um mercado pequeno. O problema é que o mercado fonográfico japonês é o segundo maior do mundo, atrás apenas do U.S. Então não deveria ser tão pequeno assim.

Continuar lendo

Show do Versailles no Brasil – 13/11/2011 by Eiti

Finalmente consegui um tempo para escrever sobre o último show do Versailles no Brasil. O show foi realizado no dia 13 de novembro e ocorreu no espaço Victory, perto da estação Penha. Dessa vez fui com o Euller na pista comum. O HugoLoLxD também foi só que na premium.

O local próximo do show era bem feio e tinha pouca coisa (tava tendo uma feira livre que deixou um cheiro de peixe o dia inteiro no estacionamento da região). A parte externa do show também era bem feio, nada comparado com o HSBC Hall. Ainda conseguimos pegar um lugar pior na fila, na nossa frete havia umas madeiras podres que atraia monte de mosquito. Mas a vantagem é que na estação de metrô havia banheiros, então ninguém ficou dependendo de bares e postos de gasolina.

Continuar lendo

BEGIN IN BRAZIL [comentários] – 12/11/2011 by Eiti

Agora a maioria deve estar em época de prova. Eu não sou exceção, então acabei deixando de postar aqui por um tempo.

Comentarei aqui sobre um evento que ocorreu aqui em São Paulo no dia 12 de novembro, o show do Begin em homenagem aos 75 anos da associação de Okinawa.

Antes de falar do evento vou falar sobre a banda. Esta banda não é muito conhecido por aqui por que ele canta músicas mais tradicionais de Okinawa, apesar de que no começo eles tinham um estilo mais próximo ao J-POP. Eles começaram a carreira em 1989 e tem várias músicas conhecidas pelos japoneses. Aqui é mais lembradas pelas músicas mais recente, principalmente por ser utilizado pelo grupo Ryuukyu Taiko que sempre tá presente nos eventos da colônia. Coloco aqui com destaque para Sanshin no Hana, Shimanchunu Takara e principalmente Nada Sou Sou (música mais lembrada deles).

Continuar lendo

X Japan no Brasil

No dia 11 de setembro ocorreu o show do X Japan em São Paulo. A banda pioneira no estilo visual kei e um dos que mais influenciou a música japonesa. O show sem dúvida foi um evento inesquecível, mas vários problemas que ocorreram no evento poderia ter comprometido tudo. Este post tem como objetivo a de mostrar os problemas que ocorreram no show, para que as pessoas que foram para o show tenham suas reclamações escutadas pelas empresas e que não ocorra mais tais problemas.

Mas antes de tudo devemos falar das coisas boas! O texto acima ficou muito sério, já que estou fazendo uma reclamação, mas primeiro falarei sobre as coisas boas que ocorreram.

Continuar lendo

Lançamento de Quarta 27/04/2011

Olá pessoal! Fim do mês, tudo mundo atolado de chocolate na páscoa, mas a lista está aqui.

Em primeiro lugar dessa semana está o coreano Jang Keunsuk, um jovem com público parecido aos de boy band, mas é solo, e esta música tem um estilo mais rock. Em segundo está Shoujo Jidai, que é o girl’s generation. Dessa vez trouxe uma música nova com uma música bem conhecidas delas, sem dúvida para fazer o público japonês comprarem as músicas lançadas anteriormente. Em terceiro está o Kobukuro com essa música com nome longo. Como esperado, os lançamentos deles é bem aguardando, mas nem eles estão aguentando a entrada das músicas coreanas.

1- Let me cry – Jang Keunsuk

2- Mr. taxi / Run Devil Run – Shoujo Jidai (girl’s generation)

3- Ano taiyou ga, kono sekai wo terashi tsuzukeruyou ni – Kobukuro

Continuar lendo